Antonio Gomide

27 de agosto a 30 de setembro de 1989

Descobri, ainda menino, nos idos de 67, a obra de GOMIDE. Foi quando trabalhei com meu irmão Ralph, durante exposição por ele promovida. O impacto foi positivo. Dessa época até hoje, acompanhei com sensibilidade e como marchand, exposições e mercado de GOMIDE. Sensibilidade, por se tratar de artista maior, possuidor de grande qualidade técnica. Como marchand demorei a entender porque GOMIDE não ultrapassava as fronteiras de São Paulo.

Com informações do Prof. Walter Zanini, entendi o homem tímido que foi GOMIDE, avesso a promoções. Quero notar que durante a minha carreira de 20 anos de marchand, sempre casaram com a minha personalidade as técnicas de aquarela, desenhos: a arte sobre papel. Tão reconhecida e marcante internacionalmente: em museus e coleções particulares.

Por tudo isto é que me sinto feliz em apresentar aos colecionadores brasileiros esta exposição: de uma coleção cuidadosamente guardada, didaticamente, inclusive, durante três décadas. Mais ainda por se tratar de obras do grande artista brasileiro ANTONIO GOMIDE.

Ricardo Camargo

Obras participantes